E que armadilha esta! Ouço várias pessoas dizerem-me que são muito perfeccionistas, que têm imensa dificuldade em deixar as coisas simplesmente fluírem… que no trabalho são perfeccionistas, em casa tudo tem que estar perfeito, tudo o que fazem, fazem com intenção de ficar perfeito! Ufa!! Que canseira!!!
Eu nunca me considerei perfeccionista…no entanto, também sou várias vezes apanhada nesta armadilha…de forma mascarada, mas sem dúvida que é disto que se trata!
O Ego tem várias facetas… ele é parte de nós e quer sempre estar no controle de tudo! Quer ser o melhor, o mais perfeito, o mais bem-sucedido, o mais próspero, o supra sumo de tudo! Só que este Ego como quer controlar e evita a todo o custo falhar, ser inferior, ficar inseguro, ser vulnerável… manifesta-se em nós de formas muito subtis, como uma voz que diz:”não és boa/bom o suficiente; isso não está perfeito, precisas fazer mais e melhor; E se ninguém gostar? Que vergonha…; O que é que os outros vão pensar de ti? Devias preparar-te melhor, isso não está bom o suficiente; Tens a certeza que é isso que queres? Talvez seja demais para ti; Já não tens idade para isso!; Devias estudar mais, trabalhar mais, isso não está bom o suficiente…” E por aí adiante… ou seja, criamos uma pressão interna imensa, um crítico interno imenso que faz o quê? Por um lado, paralisa-te, porque não és boa/bom o suficiente, por outro, leva-te para uma luta constante contigo mesma/o que não tem fim, pois nunca estarás preparada/o o suficiente, porque nunca estará bom o suficiente, nunca saberás o suficiente…nunca estará perfeito e nunca serás perfeita/o! E começa uma roda viva que contempla pressão, ansiedade, medos, alerta constante, uma busca constante…que gera o quê? Problemas de várias ordens, desde o teu auto-conceito, as tuas relações, o teu trabalho, à tua saúde! Tudo num ciclo vicioso onde há uma busca ilusória de perfeição e ao mesmo tempo uma resistência imensa à saída da zona de conforto! Sim, porque lembrem-se que o Ego não quer falhas… então nem pensar sair da zona de conforto e arriscar ser mal-sucedido. Mais vale ficar no sítio onde está e trabalhar incansavelmente por uma coisa que simplesmente não existe!
A nossa perfeição reside no facto de sermos Seres perfeitamente imperfeitos! Se estivermos à espera de ser a/o melhor em tudo para avançar com o que quer que seja na nossa vida, não sairemos do sítio! Se eu estivesse à espera de saber tudo sobre o Ser Humano para ser uma boa profissional, iria morrer sem saber! Faz o melhor que podes e consegues de acordo com os teus conhecimentos e capacidades! Se podemos aprender mais? Claro que sim! Até morrer, aprender! Só não deixes de fazer, colocar em prática, sair da zona de conforto, falhar e falhar melhor da próxima vez! Porque só assim vamos crescendo e agregando valor a tudo o que fazemos e somos! Só assim conseguimos transformar conhecimento em sabedoria: entrar em ação! Fazer, fazer, fazer!
Vamos normalizar o facto de sermos imperfeitos? É um paradoxo… mas é isso que nos torna tão perfeitos! A nossa imperfeição! E aceitar isso é tirar um peso gigante dos ombros!
 
“Mais vale feito do que perfeito. O ótimo é inimigo do bom” Mark Zuckerberg
 
Um beijinho e tenhamos orgulho da nossa perfeita imperfeição!

Partilhar este artigo...

Outros artigos…