O ano civil já começou há 3 meses, é certo, mas é sempre importante realçar as características do mesmo e relembrar-vos que será um ano, por um lado maravilhoso, e por outro super desafiante! E porquê? Perguntam vocês… porque numerologicamente 2018 reflete um ano 11 (mestre) e por sua vez um ano 2 quando reduzido.

Será um ano marcante e desafiante ao nível relacional onde nos é pedido tolerância, cooperação e visão ampla das situações! É muito importante mantermos relações cordeais e baseadas numa ética e valores morais elevados, pois a energia do momento é o viver do espelho! O outro é um espelho de ti, e se não estás a gostar do que estás a ver, deves mergulhar em ti mesmo/a e verificar o que tens que trabalhar também em ti, e perdoares-te, quem sabe, para assim conseguires compreender as atitudes do outro com compaixão. Todas as pessoas que passam pela tua vida, passam com um propósito, uma lição, uma aprendizagem…todas elas devem ser honradas porque tiveram um papel na tua vida, inclusivamente, aquelas que já não fazem parte, por tua escolha ou não!

Este ano terá momentos maravilhosos de pura fusão do feminino com o masculino (todos os temos) e é preciso integrá-los e honrá-los! Aproveitando a energia criativa e expansiva deste mês, podes fazer pequenos exercícios que te permitam integrar e viver o masculino e o feminino em ti! Posso dar-te algumas sugestões: em tudo o que fazes, procura o princípio ativo (masculino) e o princípio passivo (feminino). Parece algo muito óbvio e na verdade, é! No entanto, estamos habituados a realizar todas as nossas tarefas de forma automática, sem pensarmos efetivamente no processo do que estamos a realizar! Sendo o feminino a recetividade, a passividade, a introspeção, a compreensão, e o masculino a materialização, a exteriorização, a ação, podemos fazer exercícios como encontrar a polaridade oposta em tudo o que fizermos. Exemplo: na minha atividade profissional, onde é suposto criar, materializar (polaridade masculina, ação) posso procurar a polaridade feminina (de que forma preciso ser recetiva, introspetiva, de que forma preciso de encaixar e organizar-me interiormente para realizar o meu trabalho no meu melhor?)

Outro exemplo: quero criar um desenho, pintar algo… para pintar e expor algo artístico, preciso primeiro mergulhar no meu interior e procurar a melhor inspiração, escolher as melhores cores, o melhor momento para expor, pôr mãos à obra.

Um bom trabalho, uma boa materialização (polaridade masculina) não acontece sem um bom processo de interiorização, reflexão (polaridade feminina); da mesma forma, um bom processo interior de tomada de consciência, de bom planeamento da ação vai gerar uma boa materialização!

Uma parte não existe sem a outra! E aqui temos um pequeno exemplo do ciclo eterno do yin e do yang, e como eles dançam numa constante e harmoniosa simbiose!

Podemos ter mais atenção aos processos das nossas ações exteriores e interiores, desta forma, estaremos a criar um nível de consciência mais elevado de todo o mundo que nos compõe e dos processos inerentes às nossas ações! Estes exercícios simples, não são mais que isto: reconhecer e ganhar consciência de que somos um Todo com o feminino e o masculino de mãos dadas dentro de nós!

Procurem criar boas parcerias com o vosso interior e com quem está à vossa volta! Estas são as palavras-chave para este ano: fusão, parcerias, relacionamentos harmoniosos, cooperação, compaixão, aceitação da luz e sombra dentro de cada um e no Outro, valores elevados, cordialidade, pureza de coração nas ações.

Um excelente ano a todos/as! :)

Partilhar este artigo...